Cadastre seu e-mail:

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Nunca aceite qualquer glória

Por: A. W. Tozer

Deus é zeloso de sua glória e não a dará a ninguém. Ele não irá nem mesmo compartilhar sua glória com quem quer que seja. É muito natural, diria eu, que as pessoas esperem que seu serviço cristão talvez lhes dê uma oportunidade de demonstrar seus talentos. Verdadeiramente querem servir ao Senhor, mas também querem que os demais saibam o quanto e a que custo estão servindo ao Senhor. Elas querem ter reputação entre os santos.

Este é um terreno muito perigoso: buscar reputação entre os santos. Já é ruim o bastante procurar reputação no mundo, mas é pior procurar reputação entre o povo de Deus. Nosso Senhor desistiu de sua reputação, e nós devemos fazer o mesmo.

Meister Eckhart, certa ocasião, pregou um sermão sobre a purificação que Cristo fez no templo. Disse ele: "Ora, nada havia de errado com aqueles homens que vendiam e compravam ali. Nada havia de errado em trocar dinheiro ali; aquilo tinha de ser feito. O pecado deles se resumia no fato de fazerem isso para ter lucro. Eles ganhavam certa porcentagem ao servirem ao Senhor". E então Eckhart fez a aplicação: "Quem quer que sirva por uma comissão, por um pouquinho de glória que possa tirar desse serviço, é um comerciante e deve ser expulso do templo".

Concordo plenamente com isso. Se você está servindo ao Senhor e, quase sem perceber - talvez inconscientemente mesmo -, espera obter uma pequena comissão de cinco por cento, cuidado! Isso irá espantar o poder de Deus de seu espírito. Você precisa determinar que nunca irá aceitar qualquer glória, mas cuidar para que seja entregue integralmente a Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário