Cadastre seu e-mail:

sábado, 25 de dezembro de 2010

Natal e a Palavra de Deus

Por Lenildo Medeiros

Convincente, forte, completa, eloqüente. O Natal é a Palavra definitiva de Deus ao mundo, dita numa forma mais que audível... ou mais que legível... Na verdade, comunicada de maneira totalmente perceptível a quem quiser entender, pois em forma humana, com o nascimento de Jesus para nossa salvação. Como diz a Bíblia, “e o Verbo (a Palavra) se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade” (João 1:14).

Jesus é a completa revelação de Deus ao homem. Como confirmam as Escrituras: “Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho” (Hebreus 1:1,2). Na manjedoura, naquele estábulo, além da mensagem sobre a importância da humildade e da simplicidade, e além do ensino de que o poder não depende de aparências, estava sendo pregada a mensagem da paz, da vida, do amor, da justiça e da alegria verdadeiras e eternas, a mensagem do Reino de Deus.

Quando Jesus nasceu, sua missão já estava definida. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que Deus seu único filho, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). E podemos dizer como no evangelho: “Graças à misericórdia de nosso Deus, o sol nascente das alturas nos visitará” (Lucas 1:78). Pois o significado do Natal está neste novo amanhecer do Altíssimo Deus para todo aquele que crê.

Nos dias de hoje, muitos acham que Natal é apenas dar presentes, quando a família se reúne e o intuito de festejar. Mas, festejar o quê? O que torna o dia 25 de dezembro tão importante em quase todo o mundo? Natal é o nascimento de Jesus Cristo, o amor e a misericórdia de Deus em nossa vida. Jesus veio a este mundo, andou entre as pessoas, operou milagres e ensinou lições preciosas. Mas, sua presença não está limitada ao tempo e, mais de dois mil anos após seu nascimento, ele ainda está em nosso meio, podendo voltar a nascer a cada dia, mas, agora, no coração daquele que crê no Evangelho.

O que dá significado a esta linda festa é que, num tempo em que o homem vivia afastado de Deus e sem liberdade espiritual, nasceu aquele que daria à humanidade a verdadeira Salvação. Jesus é “Deus conosco” para sempre.

Além diso, o nascimento de Jesus é fundamental também porque vivemos em um mundo desigual, de injustiças. De acordo com a Bíblia, toda injustiça é diabólica, apesar de efetivada por estruturas sociais e mãos humanas. E o Filho de Deus se manifestou para “destruir as obras do diabo” (I João 3.8). Jesus veio ao mundo para socorrer os injustiçados e derrotar os injustos. Lá em Belém, quando olhavam aquele menino recém nascido, as pessoas talvez não soubessem que, um dia, ele seria crucificado. Mas sabiam que Deus usaria o menino para o nosso bem.

Aqueles que sabem o verdadeiro significado do Natal costumam lembrar do livro de Isaías, capítulo 61, versos 1 a 3, onde há uma profecia do nascimento do Messias e sua missão, que diz assim:

“O espírito do Senhor Deus está sobre mim; porque o Senhor me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos; a apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes; A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de alegria em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do Senhor, para que ele seja glorificado.”

E podemos crer que o Espírito do Senhor Deus também está sobre cada um de nós, e que ele nos enviou e ungiu para pregar as boas novas, para curar os quebrantados de coração e consolar os que choram. Porque Jesus disse aos discípulos, em João 20:21: “Assim como o Pai me enviou, eu vos envio a vós”. Assim, o presente mais precioso que podemos dar a Jesus nesta data em que se comemora o seu nascimento é uma vida de compromisso total com esta Missão cristã.

Aproveite a época do Natal para ouvir a Palavra de Deus. Aprenda a amar como Jesus amou, a enxergar as pessoas como Ele fez. Jesus se entregou por amor a nós. Sua vida é o incomparável exemplo de compaixão, amor, serviço e fidelidade. Siga os passos de Jesus, que nasceu lá em Belém, mas renasce e revive todas as manhãs nos corações daqueles que o aceitam como Senhor e Salvador de suas vidas.

Fonte: Agência Soma (www.agenciasoma.org.br)

Um comentário:

  1. obrigado irmão george pelo churrasco ficou muito,bom que no ano que vem vai ser bem melhor.estamos juntos pode contar comigo fica na paz grande abraço,que DEUS,abençoa todos nós!

    ResponderExcluir