Cadastre seu e-mail:

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Não preciso de Templo

Por: Pr. Olavo Feijó

"Vai, e dize a meu servo Davi: Assim diz o SENHOR: Edificar-me-ás tu uma casa para minha habitação?" [2 Samuel 7:5]

Certo dia, depois de admirar o palácio em que vivia, em contraste com a tenda simples, onde ficava a Arca do Senhor, Davi tomou uma nobre decisão: vou construir um grande templo para Jeová. Para a surpresa do rei, o Senhor mandou, através do profeta Natã, o seguinte recado: “Diga ao meu servo Davi que não faça um templo para eu morar!” (II Samuel 7:5).

Construir grandes templos tem sido, na verdade, não uma necessidade do Senhor, mas uma preocupação daqueles que dizem que O adoram. Em vários textos, a Bíblia afirma que o Senhor “não habita em casas feitas por mãos humanas”. O tamanho e a suntuosidade dos templos refletem a vaidade e a necessidade de poder dos líderes religiosos que administram os templos.

Se o Senhor não precisa de santuários para morar, então onde é que Ele habita? O Apóstolo Paulo responde: “O vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós”. De igual modo, o “sacrifício”, para Deus, é o “coração quebrantado e contrito”. Conclui-se, então, que o templo em que o Senhor quer habitar é o nosso corpo, o nosso coração. Em outras palavras, o corpo e a alma do cristão constituem a morada do Senhor.

Com tanta responsabilidade, é de se entender a oração do Salmista: “criar em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito estável”. Lembremo-nos da instrução do Senhor: “não faça um templo para eu morar!” 

Nenhum comentário:

Postar um comentário