Cadastre seu e-mail:

quinta-feira, 2 de junho de 2011

A virtude do vencedor é nunca desistir

Por: Bispo Renato Cardoso

"Estando Josué ao pé de Jericó, levantou os olhos e olhou... Ora, Jericó estava rigorosamente fechada por causa dos filhos de Israel; ninguém saía, nem entrava. Então, disse o SENHOR a Josué: Olha, entreguei na tua mão Jericó, o seu rei e os seus valentes." [Josué 5.13; 6.1,2]

Josué olhou para Jericó e com certeza pediu a Deus em seu coração, “Como vamos passar por essas muralhas? O que faremos?” O anjo do Senhor se apresentou e lhe deu instruções, pedindo de Josué obediência e fé.

A primeira coisa que Deus pediu a Josué foi olhar para Jericó com os olhos da fé — já entregue nas suas mãos. Em seguida, pediu que rodeasse as muralhas por seis dias, uma vez por dia, e no sétimo dia sete vezes.

Algo chama a atenção aqui.

Por quê sete vezes no sétimo dia? Afinal, não era logo no sétimo dia que o povo teria que invadir Jericó e lutar? E portanto, não fazia mais sentido dar as sete voltas nos primeiros dias e deixar uma só para o final, para que o povo não ficasse muito cansado para a batalha no último dia?

A verdade é que sempre é mais fácil começar uma coisa do que terminar. Muitos começam e não terminam. Os que terminam são os que estão preparados a fazer o sacrifício necessário. Terminar sempre é mais difícil que começar. Mas é no terminar que está a vitória.

Portanto, quem quiser vencer, veja já com os olhos da fé a sua Jericó vencida, conquistada. E em seguida, comece a luta e determine ir até o fim. Saiba que será difícil terminar, o sacrifício maior está sempre no final, mas só os que vão até o fim é que vencem.

"A virtude do vencedor é nunca desistir".

Nenhum comentário:

Postar um comentário