Cadastre seu e-mail:

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Esperando o filho que se foi

“Vinha ele longe, quando o seu pai o avistou e, 
compadecido dele, correndo o abraçou e o beijou.”
 [Lc 15.20]

Esta é uma passagem conhecida por todas as pessoas que têm contato com a Palavra de Deus. O filho estava dentro de casa desfrutando de todas as bênçãos de uma família, mas decidiu tentar curtir as aventuras da vida, pensando que a felicidade estava do lado de fora das portas da sua casa. Procurou o pai e pediu a ele que lhe desse a sua parte, a herança antecipada.

Salomão disse: “A posse antecipada de um herança no fim não será abençoada.” (Pv 20.21). Assim que recebeu, saiu de casa, na ilusão de que tudo daria certo. Só que bens materiais e dinheiro são facilmente corroídos. E foi o que aconteceu. Perdeu todos os seus bens. Seus amigos de farra se foram. Ficou só, sem provisão, num país distante, longe do amor do pai.

O pai nunca desistiu de esperar o filho de volta ao lar. Quando este voltou, arrependido, o pai o recebeu com alegria, música e farto banquete. Abraçou-o e beijou-o. Deu-lhe a melhor roupa, sandálias novas e o anel de filiação. Tudo já estava previamente preparado por aquele pai amoroso.

Quem sabe você tenha perdido tudo procurando seus prazeres carnais e esteja longe da família, da igreja e de Deus. Volte agora mesmo. A festa vai começar.

Oração: "Senhor, preciso retornar hoje mesmo ao meu lar. Creio e volto agora mesmo! Quero de volta o aconchego da minha família. Em nome de Jesus, amém!"

Fonte: http://lpc.org.br/cada-dia/

Nenhum comentário:

Postar um comentário