Cadastre seu e-mail:

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Insensatez entristece o Bom Senso

Por: Pr. Olavo Feijó

"A estultícia é alegria para o que carece de entendimento, mas o homem entendido anda retamente." [Provérbios 15:21]

O Autor do livro de Provérbios diz mais ou menos o óbvio. Mas é um óbvio para a gente levar a sério. "A insensatez alegra quem não tem bom senso" [Provérbios 15:21].

Existe o bom humor. E existe o mau humor. O mau humor entristece e deprime. Diante dos acontecimentos da vida, o mau humorado só vê o lado ruim e se agarra nele. Caso alguém lhe aponte um lado bom e construtivo, relutantemente ele concorda: logo em seguida, porém, ele acrescenta um tal de "mas": "mas" pode ser perigoso, "mas" pode complicar, "mas" certamente irá não dar certo.

O bem humorado não se abate diante da dificuldade e do problema.

O bom humor está na essência do processo de alegrar-se, se o humor é realmente bom, ele estará alicerçado no bom senso, na sensatez. A coisa mais sensata que a Bíblia diz sobre o bom humor, sobre o alegrar-se é o convite: "Regozijamos no Senhor". Na realidade, regozijar-se é muito mais do que alegrar-se: é alegrar-se, por causa do bom senso de viver em comunhão com o Senhor.

A sensatez do Cristo suplanta qualquer motivação para a alegria. Porque ela suplanta a raiz de todas as infelicidades, que é o pecado. Regozijar-se no Senhor é bom senso porque, viver em comunhão com o Senhor é o segredo da saúde espiritual. E, portanto, do bom humor espiritual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário