Cadastre seu e-mail:

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Pai que ora pelos filhos

“... chamava Jó a seus filhos e os santificava; levantava-se de madrugada e oferecia holocaustos...” 
[Jó 1.5]

Jó era um homem muito rico. Inobstante, seus filhos eram alvo de suas orações toda madrugada. Jó sabia que sucesso financeiro sem vida com Deus é fracasso consumado. Jó entendia que riqueza terrena sem salvação é pobreza. John Rockfeller, o primeiro bilionário do mundo, disse que o homem mais pobre que conhecia era o indivíduo que só tinha dinheiro.

Os filhos de Jó eram ricos, mas isso não era tudo. Eles precisavam da graça de Deus. Ainda hoje nós precisamos de pais que encontrem tempo para orar pelos filhos. Pais convertidos aos filhos. Pais que não provoquem seus filhos à ira nem os deixem desanimados. Mas pais que criem seus filhos na disciplina e na admoestação do Senhor. Precisamos de pais que ensinem seus filhos no caminho em que devem andar e não apenas o caminho.

Pais que amem a Deus e inculquem as verdades eternas na mente de seus filhos. Precisamos de pais que sejam reparadores de brechas, intercessores fervorosos, que não abram mão de seus filhos. Pais que orem pelos filhos e sejam exemplo para eles, que cultivem a amizade entre os filhos e os apresentem a Deus.

Oração: "Ó Deus bendito, que tu moldes homens mais comprometidos com a vida espiritual de sua família e mais interessados com a proclamação da tua glória infinita! Em nome de Jesus. Amém.
"

Fonte: http://lpc.org.br/cada-dia/

Nenhum comentário:

Postar um comentário